31 outubro 2010

Guarda Municipal faz treinamento para Copa de 2014


O Exército deu um curso para controlar confusões em lugares muito lotados
  • 29/10/2010
video


Antes do treinamento os Guardas Municipais passaram a semana em um curso ministrado pelo Exército, para controlar confusões que possam vir a ocorrer em lugares lotados. Para os oficiais, a lição mais importante é controlar as emoções para tomar decisões corretas.
O treinamento é pensando na Copa de 2014, mas o conhecimento adquirido no curso vai ser usado nos jogos do Brasileirão.

Fonte: http://www.rpctv.com.br/parana-tv/2010/10/guarda-municipal-faz-treinamento-para-copa/

30 outubro 2010

PIRATARIA - Guarda Municipal de Curitiba



Pirataria causa prejuízos ao Paraná

Só no ano passado foram mais de R$ 200 milhoes em impostos que não foram recolhidos
  • 08/10/2010
video




O Paraná tem uma participação significativa na queda de arrecadação de impostos em produtos pela proximidade com a fronteira. Em 2009, 200 milhões de reais deixaram de ser arrecadados com impostos po causa da venda de produtos falsificados. Para aumentar o combate, policiais fazem curso para identificar melhor os produtos falsos.


Fonte: http://www.rpctv.com.br/bom-dia-parana/2010/10/pirataria-causa-prejuizos-ao-parana/



29 outubro 2010

Guarda Municipal treina ações de segurança para o Mundial

Guarda Municipal treina ações de segurança para o Mundial







Curitiba segue em ritmo acelerado na preparação para sediar a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. Na manhã desta sexta-feira (29), 31 guardas municipais concluíram, com exercício prático na Arena da Baixada, o curso de Controle de Distúrbios Civis (CDC).



Parceria da Secretaria Municipal de Defesa Social com o Exército, a atividade é direcionada justamente para situações de conflitos em estádios de futebol e outros eventos com grande público.



O curso iniciou na última segunda-feira (25) e, desde então, os guardas estavam confinados em treinamento no Quartel General do Pinheirinho. Comandados pelo chefe da seção de operações, tenente Inácio, logo no início da manhã os guardas conheceram as instalações do estádio – arquibancadas, vestiários, vias de acesso e de fuga.



Na sequência, os guardas simularam um possível confronto contra um grupo de torcedores “vândalos” nas arquibancadas. Cerca de 30 soldados fizeram o papel dos torcedores armados com bexigas com água. Desde o começo do ano, o Exército está colaborando com a preparação da Guarda para atuar no período do Mundial.



O major Edmar Cordeiro explica que este tipo de treinamento prioriza a proteção do patrimônio, autoridades e cidadãos. “Cada ação depende do tipo de transtorno. Por isso é importante que estes guardas estejam bem treinados e já preparados para lidar com situações extremas onde os cidadãos ordeiros precisam de proteção”.



O secretário de Defesa Social, Marcus Vinícius da Costa Michelotto, afirma que, para o aperfeiçoamento do treinamento, os guardas passarão a aplicar as instruções recebidas já nas partidas do Campeonato Brasileiro. “A Guarda já está preparada para agir. Curitiba mais uma vez sai na frente. Temos condições de dar mais tranquilidade para as pessoas de bem que frequentam estes eventos públicos. A Arena foi uma escolha emblemática para finalizar o curso justamente por que será o palco das partidas da Copa”, diz.



Na segunda semana de novembro, outro grupo de guardas fará um treinamento com motocicletas, também voltado para atuação nos entornos dos estádios em dias de jogos.

27 outubro 2010

Guarda Municipal de Curitiba - Conhecer para Prevenir e Comando Operacional de Incidentes

Conhecer para Prevenir

27/10/2010 11:48:00




Agentes mirins aprendem a lidar com emergências




Os agentes mirins do projeto Conhecer para Prevenir Boa Vista receberam no início desta semana as carteirinhas de formação. Trabalho conjunto das secretarias municipais da Educação e da Defesa Social, o programa tem o objetivo de inserir nas escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) noções de defesa civil e práticas de prevenção contra acidentes e outros tipos de emergência.



Na Regional Boa Vista, o projeto Conhecer para Prevenir teve inicio em 2007, com a implantação em duas escolas. No ano seguinte, foi ampliado para mais quatro unidades. Em 2009, mais seis foram inseridas, chegando em 2010 a 17 escolas e creches com o programa. Até hoje, 5.135 alunos e 23.253 familiares e outros membros das comunidades já foram beneficiados. Em 2011, mais seis unidades devem ser criadas.



A secretária municipal da Educação, Eleonora Bonato Fruet, diz que é fundamental que todos estejam preparados para as enfrentar emergências. “Curitiba sai de novo na frente preparando e capacitando pessoas para situações de emergência, se antecipando antes delas acontecerem”.



Comando Operacional de Incidentes

Na última segunda-feira também foram entregues os brevês a 12 Guardas Municipais do Núcleo Regional de Defesa Social Boa Vista, que concluíram o curso de Comando Operacional de Incidentes.



Entre março e maio de 2010, os guardas receberam treinamento para operações com embarcações, técnicas de salvamento aquático, táticas de combate a incêndios florestais, noções táticas verticais, operações com produtos químicos, emprego e instalações de barreiras de contenção de produtos derramados, noções de técnicas verticais e suporte básico de vida.

25 outubro 2010

Institui o Dia da Guarda Municipal, a ser comemorado no dia 10 de outubro

LEI Nº 12.066, DE 29 DE OUTUBRO DE 2009.

Institui o Dia da Guarda Municipal, a ser comemorado no dia 10 de outubro.

O VICEPRESIDENTE DA REPÚBLICA, no exercício do cargo de PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1o É instituído o Dia da Guarda Municipal, a ser comemorado no dia 10 de outubro.

Art. 2o Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 29 de outubro de 2009; 188o da Independência e 121o da República.

JOSÉ ALENCAR GOMES DA SILVA
Ranulfo Alfredo Manevy de Pereira Mendes

Este texto não substitui o publicado no DOU de 30.10.2009



_______________________________________________________________________



No início era o verbo:
Gênesis 2:15 Tomou, pois, o SENHOR Deus ao homem e o colocou no jardim do Éden para o cultivar e o GUARDAR.
Com a existência do fato delituoso, virou denominação:
Gênesis 37:36 Entrementes, os midianitas venderam José no Egito a Potifar, oficial de Faraó, comandante da GUARDA.
Todos os povos sempre ao se reunirem em grupo, passaram a necessitar da figura altaneira do Guardião da Lei e da Ordem.
 Muitas vezes representado pelo próprio chefe da tribo, ou sendo delegado este poder de polícia a determinadas pessoas do grupo.
 No Brasil, a primeira instituição policial paga pelos erários foi o Regimento de Cavalaria Regular da Capital de Minas Gerais, em 09 de junho de 1775, onde o Alferes Joaquim José da Silva Xavier, o "TIRADENTES", tornou-se Comandante em 1780.
 Com a vinda da Família Real para o Brasil, foi criada em 13 de maio de 1809, a Divisão da Guarda Real de Polícia (Guardas Municipais no Brasil), sua missão era de policiar a cidade em tempo integral, tornando-a desde o início mais eficaz que os antigos “Quadrilheiros”.
 Ao abdicar o trono, D. Pedro deixa seu filho D. Pedro II, neste momento conturbado, através da Regência Trina Provisória em14 de junho de 1831, é efetivamente criada com esta denominação em cada Distrito de Paz às Guardas Municipais, divididas em esquadras.
 Em 18 de agosto de 1831, após a lei que tratava da tutela do Imperador e de suas Augustas irmãs é publicada a lei que cria a Guarda Nacional, e extingue no mesmo ato as Guardas Municipais, Corpos de Milícias e Serviços de Ordenanças, sendo que em 10 de outubro, foram reorganizados os Corpos de Guardas Municipais, agora agregado com a terminologia “Permanentes”, subordinada ao Ministro da Justiça e ao Comandante da Guarda Nacional.
As patrulhas de permanente deveriam circular dia e noite em patrulhas a pé ou a cavalo, “com o seu dever sem exceção de pessoa alguma”, sendo “com todos prudentes, circunspectos, guardando aquela civilidade e respeito devido aos direitos do cidadão”; estavam, porém autorizados a usar “a força necessária” contra todos os que resistissem a “ser presos, apalpados e observados”.
As Guardas Municipais no Brasil, dado a sua atuação foram conhecidas também como:
“Batalhão dos Oficiais-Soldados”, “Voluntários da Pátria”, “Sagrado Batalhão” e “Guerreiros da Pátria”.
A atuação da Guarda Municipal desde a sua criação foi motivo de destaque, conforme citação do Ex-Regente Feijó, que em 1839, dirigiu-se ao Senado, afirmando que:
“Lembrarei ao Senado que, entre os poucos serviços que fiz em 1831 e 1832, ainda hoje dou muita importância à criação do Corpo Municipal Permanente; fui tão feliz na organização que dei, acertei tanto nas escolhas dos oficiais, que até hoje é esse corpo o modelo da obediência e disciplina, e a quem se deve a paz e a tranqüilidade de que goza esta corte”.
Esta Corporação Ducentenária, teve em quadro vultos nacionais que souberam conduzi-las honrosamente, tendo como destaque o Major Luiz Alves de Lima e Silva - “Duque de Caxias”, que foi nomeado Comandante do Corpo de Guardas Municipais Permanentes, em 18 de outubro de 1832.
Ao ser nomeado Coronel, passou o Comando, onde ao se despedir dos seus subordinados, fez a seguinte afirmação:
“Camaradas! Nomeado presidente e comandante das Armas da Província do Maranhão, vos venho deixar, e não é sem saudades que o faço: o vosso comandante e companheiro por mais de oito anos, eu fui testemunha de vossa ilibada conduta e bons serviços prestados à pátria, não só mantendo o sossego público desta grande capital, como voando voluntariamente a todos os pontos do Império, onde o governo imperial tem precisado de nossos serviços (...). Quartel de Barbonos, 20/12/39. Luís Alves de Lima e Silva”.
video

 A Guarda Municipal é um dos poucos órgãos, senão o único, de prestação de serviço público municipal, que está inserida na Constituição Federal, tamanha a sua importância frente à segurança pública local.
Na Carta Magna, em seu artigo 144, § 8º, ao estabelecer atividades, órgãos e atuação frente à Segurança Pública e à incolumidade das pessoas e do patrimônio, preconiza a responsabilidade de todos, e principalmente do “Estado” (União, Estados, Distrito Federal e Municípios), sendo um direito e responsabilidade de todos.
“Art. 144 – A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, através dos seguintes órgãos:
§ 8º Os municípios poderão constituir guardas municipais destinadas à proteção de seus bens, serviços e instalações, conforme dispuser a lei.”
Como o grande Jurista Plácido e Silva já definia:
“GUARDA-CIVIL é uma corporação de ordem policial, existente nas cidades, com a incumbência de vigiar pela ordem pública, orientando também os veículos e pedestres no trânsito citadino.
A cada uma das pessoas que faz o serviço de vigilância ou de policiamento, também se diz guarda-civil.
Embora a guarda-civil entenda-se uma força armada, sujeita a exercícios e deveres militares, não é uma força militar.
Propriamente, o guarda-civil não é um soldado. E embora, na prestação de seu serviço esteja sempre uniformizado, ele é, como se diz comumente, um paisano.”
A história da Guarda Municipal, sendo uma instituição secular, acaba se confundindo com a própria história da Nação, ao longo desses últimos duzentos anos.
Em diversos momentos esta “força armada” se destacou vindo a dar origem a novas instituições de acordo com o momento político vigente.
Dado a missão principal de promover o bem social, esta corporação esteve desde os primórdios diretamente vinculada a sua comunidade, sendo um reflexo dos anseios desta população citadina.
 Em Curitiba, no ano de 1992, ao realizar-se o III Congresso Nacional das Guardas Municipais, estabeleceu-se que 10 DE OUTUBRO, passou a ser Comemorado O DIA NACIONAL DAS GUARDAS MUNICIPAIS DO BRASIL.

I Encontro das Guardas Civis Municipais do Estado de São Paulo


Início: 06/11/2010
Fortalecendo a Nossa Identidade

A Nova Central Sindical de Trabalhadores no Estado de São Paulo – NCST/SP promoverá o I Encontro das Guardas Civis Municipais do Estado de São Paulo e a e inauguração do Fórum Permanente das GCM’s, no dia 06 de Novembro de 2010 na sede do Sindicato dos Motoristas de São Paulo, na Rua Pirapitingui, 75 – Liberdade – SP, próximo à estação São Joaquim do metrô.
O encontro reunirá representantes da Guarda Civil Municipal de diversas regiões do Estado para debater a atual situação desta instituição perante a sociedade, a sua real identidade, as mudanças na sua atuação e levantar os principais problemas e dificuldades que essa categoria encontra no cumprimento de suas funções.
Além disso, teremos o lançamento do Livro: "Guarda Civil Municipal e Segurança Pública: Reflexos para um novo amanhã", idealizado e organizado pelo Professor João Alexandre dos Santos.
O número de inscrições é limitado, por essa razão, o quanto antes preencher o formulário maior a possibilidade de garantir a sua participação!
Por favor, preencher todas as informações corretamente, pois, emitiremos um certificado de participação, que será entregue ao final do encontro.


Inscrições até 25/10/2010
Para fazer a sua inscrição,

19 outubro 2010

Guarda Municipal já pode operar com munição não-letal

18/10/2010 12:27:00



Em mais um passo na preparação de Curitiba para receber jogos da Copa do Mundo de 2014, 50 guardas municipais concluíram nesta segunda-feira (18) o curso de capacitação para uso de arma – calibre 12 – com munição não-letal.






Este tipo de armamento é recomendado justamente para controle de grandes aglomerações, que podem acabar em tumultos, caso dos estádios de futebol.



Cumprindo as exigências do estatuto do desarmamento, os guardas cumpriram a carga de 60 horas de treinamento. O curso é resultado de parceria entre a Secretaria Municipal de Defesa Social e 5.º Parque de Regional de Manutenção do Exército.



“Todos os guardas que fizeram o curso estão aptos para utilizar o equipamento. O armamento que foi adquirido pela Prefeitura é de primeira linha. É uma evolução que traz ainda mais segurança para a população”, afirmou o segundo tenente Lemes, que coordenou o curso.



Os guardas que participaram do treinamento garantem que o novo armamento será fundamental também nas ações do dia-a-dia, já que os criminosos estão cada vez mais preparados. “Com o aumento da criminalidade, nós já vínhamos reivindicando acesso a este tipo de armamento. Os criminosos estão usando armas cada vez mais pesadas e precisamos estar preparados. A espingarda calibre 12 é de fácil manejo e tem grande poder de ação”, disse o supervisor Dalla Villa.



O inspetor Wagnelson garante que a ideia inicial é não usar as armas. “A presença deste armamento já impõe respeito. Só será usado em situação de extrema necessidade. Sem dúvida será fundamental no nosso trabalho nos dias de jogos de futebol, quando cuidamos do transporte coletivo e dos terminais de ônibus”, afirmou.

Foto: Valdecir Galor/SMCS

Guardas fazem rapel na cachoeira do Parque Tanguá

15/10/2010 15:31:00



Descer de rapel de um paredão de 45 metros, ao lado da cachoeira do Parque Tanguá. Essa foi a atividade de 20 guardas municipais na manhã desta sexta-feira (15). O treinamento faz parte do curso prático de atendimentos em incidentes dado pela Coordenadoria Municipal da Defesa Civil (Comdec) aos guardas municipais.



As técnicas repassadas aos integrantes da Guarda Municipal já fazem parte dos treinamentos previstos para a Copa 2014. "Os guardas ficam preparados para agir em incidentes tanto hoje ou durante o Mundial", explicou o inspetor Nelson de Lima Ribeiro, coordenador técnico da Defesa Civil de Curitiba.



Nesta etapa, 150 guardas municipais participaram do curso e receberam noções sobre incêndios florestais, socorros de urgência, como identificar artefatos explosivos, salvamentos aquáticos, operações com embarcações e rapel. A guarda municipal Eliane Lima nunca havia feito rapel antes.

"Na primeira vez que desci deu medo de olhar para baixo, depois você fica mais tranquila. Quando chega lá embaixo dá vontade de descer novamente. Os equipamentos são muito seguros e os instrutores passam muita confiança", disse. O inspetor Nelson de Lima Ribeiro explicou que com esse treinamento os guardas podem auxiliar no resgate em altura e aquáticos.

"Quem faz esse tipo de salvamento são equipes de socorro do Corpo de Bombeiros, mas os guardas podem auxiliar, pois também saberão como usar os equipamentos. Com isso muitas vidas poderão ser salvas", disse o inspetor Nelson.



Outros 250 guardas municipais já fizeram esse curso. Na próxima semana o treinamento prático será feito com botes no Parque Passaúna e no Parque Náutico. "No início deste ano esse tipo de técnica foi utilizada para retirada de pessoas dos alagamentos que atingiram a região norte da cidade", explicou o coordenador da Comdec.



Pronasci




O curso é realizado com recursos do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), do Ministério da Justiça. A Secretaria Municipal da Defesa Social apresentou o projeto de capacitação e as verbas para o curso foram liberadas. Uma empresa especializada em rapel e salvamento em incidentes foi contratada para dar o treinamento aos guardas municipais.

15 outubro 2010

Detido com arma e moto sem documento


Giselle Ulbrich
Divulgação / Guarda Municipal
Rafael foi levado ao 4.º DP.
Rafael Bibiano da Silva, 20 anos, foi detido por guardas municipais, no Santa Cândida, por porte ilegal de arma e por não ter os documentos da moto que conduzia. O flagrante ocorreu pouco antes das 17h de ontem.

O guarda municipal Marcos Vieira conta que saía com outro colega do Fórum, quando suspeitaram de quatro pessoas em duas motos. O quarteto se assustou ao perceber a viatura, acelerou as motos e quase bateu em um carro. Duas quadras adiante, os guardas abordaram uma das duplas. A outra conseguiu fugir.

Revólver


Rafael, que conduzia a moto placa DYO-0498 (Miracatu-SP), estava armado com um revólver calibre 38. Ele é morador em Colombo e não tinha carteira de habilitação.
Ele também levava um amigo, de 21 anos, na garupa, morador no Uberaba. Apesar deste rapaz já ter antecedente criminal por roubo - saiu da cadeia há poucos meses -, ele não tinha nada irregular. Mesmo assim, foi ouvido na delegacia, identificado, fotografado e liberado.

A dupla foi levada ao 4.º Distrito Policial (Boa Vista). A moto, que Rafael alegou ser sua, não tinha queixa de furto ou roubo. Ele e o amigo também disseram não saber quem eram as duas pessoas na outra moto.

13 outubro 2010

Metade da PM de São Paulo já pode se aposentar pelo regime especial!

Metade da PM de São Paulo já pode se aposentar pelo regime especial!
10 de Outubro de 2010

Uma decisão inédita do Tribunal de Justiça (TJ) paulista está fazendo
dezenas de policiais militares procurarem seus comandantes anunciando
que irão passar para a reserva. Isso porque um mandado de injunção
(texto que disciplina um assunto quando não há lei sobre o tema)
concedeu ao sargento Eliseu Pessoa da Silva, do batalhão de Ferraz de
Vasconcelos, na Grande São Paulo, o direito à aposentadoria especial,
com salário integral, após 25 anos de serviço. A medida, segundo
apurou o DIÁRIO, afeta cerca de 50 mil policiais paulistas - metade do
efetivo total da corporação do estado. Atualmente, pela lei militar de
1970, os PMs do estado só podem se aposentar após 30 anos de farda.
Após esta decisão, o cabo Daniel Coutinho, que serve em Campinas,
também obteve o direito, segundo a advogada que os defendeu, Josiê
Souza. "Eu percebi que a aposentadoria especial por riscos era um
direito dos PMs. O Supremo Tribunal Federal (STF) já havia se
manifestado favorável em outros casos, como de policiais civis e de
uma enfermeira", diz Josiê. A briga judicial existe devido à falta de
uma lei específica que discipline a aposentadoria especial dos
servidores públicos. A Constituição de 1988 prevê o direito aos
trabalhadores que atuam em situações de risco à saúde e exposição a
produtos químicos, mas determinou que uma lei complementar fixasse as
regras do benefício. Tal lei, porém, ainda não foi elaborada pelo
governo federal. "O policial militar ou civil, em razão da
periculosidade do trabalho, já recebe adicional por portar arma e
estar exposto ao risco de morte. Mas, diante da inércia da
regulamentação sobre o direito exposto na Constituição, o STF decidiu
que a aposentadoria especial fosse aplicada também aos PMs", diz Marta
Gueller, advogada especializada em previdência. "No estado, a decisão
diz que a aposentadoria deve ser requerida administrativamente e, se
negada, a autoridade está passível de prisão por descumprir ordem
judicial", acrescenta a advogada. A decisão vale para todos que já
completaram 25 anos de serviço e quiserem se aposentar. O DIÁRIO
apurou que, na PM, isso equivale a cerca de 50 mil policiais - metade
do efetivo total da corporação. Segundo o coronel Ernesto de Jesus
Herrera, diretor financeiro da PM, o departamento de pessoal está
negando todos os pedidos de aposentadoria especial. "A lei estadual
260 determina 30 anos para a inatividade do PM. Por ser militar, as
regras são diferentes dos civis. Os policiais agora estão protocolando
requerimentos nos batalhões, exigindo este direito", afirma Herrera.
Na intranet da corporação, o comandante-geral, coronel Alvaro Camilo,
pediu que os PMs não entrassem com o pedido de inatividade e
esperassem o "posicionamento oficial do Executivo". O Palácio dos
Bandeirantes, que arcará com as despesas de um processo de demissão em
massa na PM, disse que "a Procuradoria-Geral do Estado analisa o caso
e irá se manifestar judicialmente.


Atividades que já ganharam o direito

Auxiliar de enfermagem.

Policial civil

Oficial de Justiça.

Delegado de polícia

Operador de raio-x

Servidores do Ministério da Agricultura

Técnicos da comissão de energia nuclear

Guarda civil

O que é aposentadoria especial?

Direito que o trabalhador tem de ir para inatividade remunerada após
15, 20 ou 25 anos de atuação sob condições insalubres ou de
periculosidade. O benefício é analisado caso a caso e validado por um
exame que comprova o emprego sob condições perigosas.

Fonte: Blog da Renata/Blog Direito dos Policiais Militares







08 outubro 2010

O Evangelho de Maria Madalena (Fragmento)



O Salvador disse: "Todas as espécies, todas as formações, todas as criaturas estão unidas, elas dependem umas das outras, e se separarão novamente em sua própria origem. Pois a essência da matéria somente se separará de novo em sua própria essência. Quem tem ouvidos para ouvir que ouça". Pedro lhe disse: "Já que nos explicaste tudo. Diz-nos isso também: o que é o pecado do mundo?" Jesus disse: "Não há pecado; sois vós que os criais, quando fazeis coisas da mesma espécie que o adultério, que é chamado 'pecado'. Por isso, Deus-Pai veio para o meio de vós, para a essência de cada espécie, para conduzi-la a sua origem". Em seguida disse: "Por isso adoeceis e morreis [...] Aquele que compreende minhas palavras, que as coloque em prática. A matéria produziu uma paixão sem igual, que se originou de algo contrário à Natureza Divina. A partir daí, todo o corpo se desequilibra. Essa é a razão por que vos digo: tende coragem, e se estiverdes desanimados, procurai força das diferentes manifestações da natureza. Quem tem ouvidos para ouvir que ouça." Quando o Filho de Deus assim falou, saudou a todos dizendo: "A Paz esteja convosco. Recebei minha paz. Tomai cuidado para que ninguém vos afaste do Caminho, dizendo: 'Por aqui' ou 'Por lá', pois o Filho do Homem está dentro de vós. Segui-o. Quem o procurar, o encontrará. Prossegui agora, então, pregai o Evangelho do Reino. Não estabeleçais outras regras, além das que vos mostrei, e não instituais como legislador, senão sereis cerceados por elas". Após dizer tudo isso, partiu. Mas eles estavam profundamente tristes. E falavam: "Como vamos pregar aos gentios o Evangelho do Reino do Filho do Homem? Se eles não o procuraram, vão poupar a nós?" Maria Madalena se levantou, cumprimentou a todos e disse a seus irmãos: "Não vos lamentais nem sofrais, nem hesiteis, pois sua graça estará inteiramente convosco e vos protegerá. Antes, louvemos sua grandeza, pois Ele nos preparou e nos fez homens." Após Maria ter dito isso, eles entregaram seus corações a Deus e começaram a conversar sobre as Palavras do Salvador. Pedro disse a Maria: "Irmã, sabemos que o Salvador te amava mais do que qualquer outra mulher. Conta-nos as palavras do Salvador, as de que te lembras, aquelas que só tu sabes e nós nem ouvimos". Maria Madalena respondeu dizendo: "Esclarecerei a vós o que está oculto". E ela começou a falar essas palavras: "Eu...", disse ela, "Eu tive uma visão do Senhor e contei a Ele: 'Mestre, apareceste-me hoje numa visão'. Ele respondeu e me disse: 'Bem-aventurada sejas, por não teres fraquejado ao me ver. Pois, onde está a mente, há um tesouro'. Eu lhe disse: 'Mestre, aquele que tem uma visão vê com a alma ou com o espírito?' Jesus respondeu e disse: "Não vê nem com a alma nem com o espírito, mas com a consciência, que está entre ambos - assim é que tem a visão [...]". E o desejo disse à alma: 'Não te vi descer, mas agora te vejo subir. Por que falas mentira, já que pertences a mim?' A alma respondeu e disse: 'Eu te vi. Não me viste, nem me reconheceste. Usaste-me como acessório e não me reconheceste.' Depois de dizer isso, a alma foi embora, exultante de alegria. "De novo alcançou a terceira potência, chamada ignorância. A potência, inquiriu a alma dizendo: 'Onde vais? Estás aprisionada à maldade. Estás aprisionada, não julgues!' E a alma disse: 'Por que me julgaste apesar de eu não haver julgado? Eu estava aprisionada; no entanto, não aprisionei. Não fui reconhecida que o Todo se está desfazendo, tanto as coisas terrenas quanto as celestiais.' "Quando a alma venceu a terceira potência, subiu e viu a quarta potência, que assumiu sete formas. A primeira forma, trevas; a segunda, desejo; a terceira, ignorância; a quarta é a comoção da morte; a quinta é o reino da carne; a sexta é a vã sabedoria da carne; a sétima, a sabedoria irada. Essas são as sete potências da ira. Elas perguntaram à alma: ´De onde vens, devoradora de homens, ou onde vais, conquistadora do espaço?' A alma respondeu, dizendo: 'O que me subjugava foi eliminado e o que me fazia voltar foi derrotado..., e meu desejo foi consumido e a ignorância morreu. Num mundo fui libertada de outro mundo; num tipo fui libertada de um tipo celestial e também dos grilhões do esquecimento, que são transitórios. Daqui em diante, alcançarei em silêncio o final do tempo propício, do reino eterno'." Depois de ter dito isso, Maria Madalena se calou, pois até aqui o Salvador lhe tinha falado. Mas André respondeu e disse aos irmãos: "Dizei o que tendes para dizer sobre o que ela falou. Eu, de
minha parte, não acredito que o Salvador tenha dito isso. Pois esses ensinamentos carregam idéias estranhas". Pedro respondeu e falou sobre as mesmas coisas. Ele os inquiriu sobre o Salvador: "Será que ele realmente conversou em particular com uma mulher e não abertamente conosco? Devemos mudar de opinião e ouvirmos ela? Ele a preferiu a nós?" Então Maria Madalena se lamentou e disse a Pedro: "Pedro, meu irmão, o que estás pensando? Achas que inventei tudo isso no mau coração ou que estou mentindo sobre o Salvador?" Levi respondeu a Pedro: "Pedro, sempre foste exaltado. Agora te vejo competindo com uma mulher como adversário. Mas, se o Salvador a fez merecedora, quem és tu para rejeitá-la? Certamente o Salvador a conhece bem. Daí a ter amado mais do que a nós. É, antes, o caso de nos envergonharmos e assumirmos o Homem Perfeito e nos separaremos, como Ele nos mandou, e pregarmos o Evangelho, não criando nenhuma regra ou lei, além das que o Salvador nos legou." Depois que Levi disse essas palavras, eles começaram a sair para anunciar e pregar.

07 outubro 2010

Guarda Municipal de Curitiba tem representantes no Conseg Bairro Alto

Segurança comunitária

Guarda tem representantes no Conseg Bairro Alto

07/10/2010 11:43:00
principal
A Guarda Municipal de Curitiba e a Defesa Civil do município passaram a integrar o Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) do Bairro Alto como membros natos. No dia 29 de setembro foram empossados o supervisor Paulo Cesar Bara, para representar a Guarda Municipal, e o supervisor José Augusto Gruba da Defesa Civil.
Esse é o primeiro Conseg da cidade a contar com representantes da Guarda Municipal como membros permanentes, assim como a Polícia Militar e a Polícia Civil. Também tomaram posse a professora Kathryn Cristine de Souza, que representa o Núcleo de Educação do Boa Vista, e Carlos Lisboa, presidente do Instituto Ciranda das Artes.
"Participar do Conseg e estreitar os caminhos entre as necessidades das comunidades e a ação do policiamento comunitário é muito importante para a Guarda Municipal. O Conseg é um canal aberto onde são discutidos os problemas de segurança pública que mais afligem a comunidade, permitindo assim a ação direta dos órgãos de segurança, seja na repreensão ou na prevenção", disse o supervisor Paulo Cesar Gruba.
Membros da Guarda Municipal participam dos Consegs da cidade como convidados. O Conseg do Bairro Alto inovou ao convocar um representante da guarda e outro da educação para atuarem como membros permanentes. "Agora teremos uma integração mais intensa com a comunidade nas áreas da segurança pública e educação", disse o inspetor Cláudio Frederico de Carvalho.
Homenagem
No dia da posse dos novos membros o supervisor Paulo Cesar Bara, do núcleo da Defesa Social Boa Vista, e a professora Kathryn Cristine de Souza foram homenageados por já participarem há mais de dois anos do Conseg Bairro Alto como membros convidados.
Consegs
Os conselhos de segurança são entidades formadas por líderes comunitários do mesmo bairro ou município. Eles se reúnem voluntariamente para discutir e analisar, planejar e acompanhar a solução de problemas de segurança. 

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com