Páginas

30 setembro 2011

Capacitação Básica em Defesa Civil

Estão abertas as pré-inscrições para o curso Capacitação Básica em Defesa Civil. São 2 mil vagas para o curso EaD, Ensino a Distância, com previsão de início para novembro de 2011.
A Capacitação Básica é destinada para agentes de defesa civil, e seu conteúdo ressalta aspectos relevantes para promover a difusão da cultura de redução de risco de desastre.
As pré-inscrições serão confirmadas através do e-mail cadastrado. O curso completo tem carga horária total é de 30 horas/aula, a serem cumpridas em 45 (quarenta e cinco) dias corridos, é gratuito, e fornece certificado pela Universidade Federal de Santa Catarina. 
O curso dispõe de um Ambiente Virtual de Aprendizagem, AVA, no qual o aluno tem acesso a todo o conteúdo, organizado em:
- 2 teleconferências;
- 2 vídeoaula;
- 1 livro-texto digital, em formato PDF;
- Serviço de Tutoria e atendimento telefônico gratuito 0800 para comunicação entre tutores e alunos.
O curso é promovido pela Secretaria Nacional de Defesa Civil, do Ministério da Integração Nacional, em parceria do CEPED UFSC.
Em breve, informações mais detalhadas do curso. Acompanhe nosso twitter @cepedufsc e saiba das novidades. 
 
Local:
AVA, Ambiente Virtual de Aprendizagem
Mais informações: Inscrições em:http://150.162.114.7/BasicoDCivil/

CEPED|UFSC
Rua Dom Joaquim, 757
Centro - Florianópolis - SC
88015-310
Caixa Postal 5059

29 setembro 2011

Sob polêmica, lei para alterar estatuto de GMs será votada na quinta

Projeto é criticado por associação e apoiado por sindicato da categoria
28/09/2011 - 19:39
Alterar o tamanho da letra A+A-
A Câmara dos Veradores de Piracicaba vota nesta quinta-feira (29), a partir das 14h, em Reunião Extraordinária, um Projeto de Lei Complementar que altera o Estatuto do Guarda Civil. O projeto, elaborado pelo Executivo, gerou polêmica entre a categoria.
O Sindicato dos Servidores Municipais, que tem uma adesão de 350 GMs, pede a aprovação do projeto, enquanto a Associação dos Guardas Civis, composta por 250 profissionais, é contra. Na cidade, ao todo, são 424 guardas.
A principal mudança na lei é direcionada a alguns artigos que travam os concursos internos e desfavorecem o plano de carreira dentro da polícia. Para a associação, esta mudança não deve ser aprovada neste momento porque, em 2009, foi feito um concurso anulado pela Justiça piracicabana e a entidade teme que este entrave prejudique os trabalhadores submetidos a uma norma diferente da que é avaliada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, onde corre o processo so concurso atualmente. Na época da seleção, foram alegadas irregularidades em algumas provas.
"Alguns dos nossos associados entraram com o pedido de cancelamento à época. E agora (se aprovadas as mudanças) como ficam os trabalhadores que passaram no concurso?", explica Marcus Cesar de Jesus Ramos, presidente da entidade.
Mas para o sindicato esta prova já está cancelada e o melhor a fazer é criar outro concurso com as alterações propostas na lei ao invés de esperar a decisão do TJ. "Não tem porque ficarmos polemizando, existem outros problemas no estatudo? Existem, mas se podemos resolver esse e dar uma carreira aos trabalhadores é o que vamos fazer", afirma Osmir Bertazzoni presidente do sindicato.
Com toda esta polêmica criada em torno do projeto, a Câmara decidiciu criar uma sessão extraordinária e votar o caso o mais rápido possível. "Projetos que criem polêmicas nós queremos resolver para acabar com o problema. Por isso uma reunião especial", justifica João Manoel dos Santos, presidente do Legislativo.
A Associação de Guardas Civis também reclama de não ter sido convocada para participar de nenhuma discussão do projeto e que deveriam opniar em um assunto tão importante. "Nós procuramos informações, mas nunca fomos recebidos. As alterações foram trancadas a sete chaves. Até o horário da sessão dificulta a classe de comparecer", diz Ramos.
O Comando da Guarda Municipal afirma ter consultado os representantes da categoria: o sindicato dos servidores. "O tempo todo o sindicato participou das discuções, mas associação não representa", afirma Silas Romoaldo, Capitão da Guarda Civil.

Guarda Civil Metropolitana participa de homenagem ao criador do método “Giraldi”


A solenidade, coordenada pelo deputado Olimpio Gomes (PDT), aconteceu nesta quinta-feira (21/09) na Assembléia Legislativa

 

O coronel, Nilson Giraldi foi condecorado com um diploma e uma medalha entregues em mãos pelo Secretário-Adjunto de Segurança Pública, estadual, Arnaldo Hossepian. A homenagem aconteceu no lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Segurança Pública, coordenada pelo deputado Olimpio, que vem discutindo alternativas para contribuir com o fortalecimento e integração tecnológica na atuação e desenvolvimento dos órgãos policiais, guarda civil metropolitana, agentes penitenciários e a sociedade civil.

A Guarda Civil Metropolitana de São Paulo capacitou, em 2010, doze dos seus integrantes, como instrutores do "Metodo Giraldi", na Escola Superior de Soldados da Policia Militar, em Pirituba, zona oeste da cidade.

Na oportunidade, o professor e coronel Giraldi cedeu a GCM os direitos autorais para que todos os cerca de sete mil GCMs, recebam o credenciamento por meio de sua técnica e também realizou uma palestra aos integrantes da Instituição, ensinando dicas simples para o trabalho diário com a população. “A fonte do policial comunitário é a humildade, os gestos de carinho e a educação para com os seus colegas, sua família e o cidadão”, disse na época o mestre, replicando outras frases e pensamentos de incentivo à corporação.

Texto: Ivonete Pereira
Foto: Marcelo Ulisses

28 setembro 2011

Segurança é debatida abertamente em blogs


 /
LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Segurança é debatida abertamente em blogs

Blogosfera policial tem cerca de 200 sites com o objetivo de democratizar discussões sobre a política pública de combate à violência
27/09/2011 | 00:01 | ALINE PERES

Debates sobre a segurança pública têm ganhado cada vez mais espaço na internet. O fenômeno conhecido como blogosfera policial dá voz e vez à opinião pública em discussões que vão desde a mobilização de policiais até políticas públicas de combate à violência. Estima-se que o país tenha hoje cerca de 200 blogs assinados por protagonistas ligados à área.

Os blogueiros são unânimes ao dizer que a iniciativa vai além da notícia. Para a pesquisadora do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC), da Uni­ver­sidade Cândido Mendes, do Rio de Janeiro, Silvia Ramos, a blogosfera policial surgiu como um campo de libertação da palavra. “Até então eram os pesquisadores e os governantes que falavam sobre a polícia. Os policiais nunca tomavam a palavra.” Dessa forma, os blogs pretendem ser democráticos, espaços por permitirem a liberdade de expressão.
Do jornal para a web
Delegado paranaense mantém canal de discussão
No Paraná, um exemplo de blog voltado para a discussão da segurança pública é o mantido pelo delegado da Polícia Civil, Rafael Vianna. A vontade de ter um espaço para falar e discutir segurança surgiu em 2009, em uma coluna semanal publicada por um jornal de Colombo, na região metropolitana de Curitiba. Na se­­quência, o conteúdo produzido foi para a internet. “A ideia era falar sobre segurança de forma prática.”
Criar um espaço que permite o acesso de mais pessoas foi rápido. “Sentei em frente do computador, consultei o provedor e descobri como fazer um blog. No início, postei os 60 artigos publicados anteriormente no meio impresso.” A supervisão do conteúdo era feita nos domingos, lembra Vianna.
Pilares
Atualmente, o mestre em Ciências Jurídico-Criminais é um dos coordenadores do planejamento estratégico da Secretaria da Segurança Pública do Paraná. Porém, antes de ser delegado, Vianna se considera pesquisador e pretende, com o blog, discutir o que ele considera as três grandes áreas de reflexão sobre a segurança pública: fatores que contribuem para a criminalidade; atuação da polícia a partir do mapeamento do crime; e a questão judiciária que vem após o crime acontecer. “Da forma como está hoje, estamos enxugando gelo. Com o blog, espero criar um espaço para um discurso, que fuja das lamentações”. (AP)
Pesquisa revela perfil do blogueiro policial
A convite da Unesco, o Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC), da Universidade Cândido Mendes, do Rio de Janeiro, realizou o primeiro levantamento sobre blogs policiais, em 2009. Segundo uma das pesquisadoras, a cientista social Silvia Ramos, o perfil identificado naquele período pouco difere de hoje.
A pesquisa foi feita com 73 blogueiros, responsáveis por 70 blogs policiais. O universo da blogosfera policial, como é chamado por seus integrantes, estava presente em 17 estados, sendo a Região Su­­des­­te a dominante. A maioria dos blogueiros é oriunda da Polícia Militar (58%), seguida por integrantes da Guarda Municipal (15,1%) e da Polícia Civil (13,7%).
Autores
Em relação aos postos que ocupam, os responsáveis vêm de es­­tratos mais baixos das instituições policiais. Oficiais e delegados re­­presentam, juntos, 42%. Quan­­to ao nível de escolaridade, 62% dos entrevistados têm curso superior completo ou pós-graduação completa ou em andamento. Apenas 12,7% cursaram somente o ensino médio. A maior parte dos autores é do sexo masculino, com mais de 30 anos.
Para os blogueiros, o que mais os motivou a criar os blogs foi querer ex­­pressar seus próprios pontos de vista sobre segurança e Justiça (55%). “Eles [os blogueiros] têm o pa­­pel de conexão com o mundo dos direitos humanos”, afirma Silvia. (AP)

Para o tenente da Polícia Militar da Bahia Danillo Ferreira, um dos criadores do blog Aborda­­gem Policial (abordagempolicial.com), os blogs policiais são considerados um avanço, que permitem a abordagem de discussões que eram monopolizadas por grandes veículos de comunicação. O blog surgiu em 2007 com o objetivo de divulgar o que Ferreira e seus colegas faziam e ouviam nos corredores da Academia da Polícia Militar.

Segundo uma pesquisa desenvolvida por Ferreira, a blogosfera policial conta com iniciativas em 14 estados, sendo a maior concentração no eixo Rio-São Paulo. Acredita-se que o primeiro blog com a pretensão de discutir a segurança pública surgiu em 2006, com o Diário de um PM, do policial Alexandre Souza.

Qualidade

Ferreira defende que a qualidade das discussões sofreu mudanças com o tempo. “O blog, como meio de comunicação de nicho, se dedica ao aprofundamento dos temas nem sempre discutidos pelos meios de comunicação de massa.” O importante não é apenas informar, mas analisar a complexidade do tema. A influência que a ferramenta tem também é um ponto positivo.

O público que lê e participa é heterogêneo – são policiais, guardas municipais, promotores, juízes, advogados, profissionais da imprensa e curiosos. Muitas vezes essa diversidade cria confrontos de ideias.

Outro exemplo é o blog Os Municipais.com, em que o assessor técnico da Guarda Municipal de São Paulo Wagner Pereira compartilha seu cotidiano operacional. O blog está entre os 30 canais mais votados, semanalmente, no Top Blog. Diaria­men­te, Pereira mantém a mesma rotina. Em quatro horas, ele seleciona as notícias e as distribui para 200 endereços eletrônicos. Os 204 seguidores do blog também recebem respostas semanalmente. O resultado é a popularidade do veículo. “Que­­ro que as pessoas leiam, participem e discutam segurança pública”, declara.

* * * * *

Interatividade:

Como você vê a iniciativa de debater a segurança pública pela internet?

As cartas selecionadas serão publicadas na Coluna do Leitor.

Dia do Agente de Trânsito



Quem disse que gentileza, não gera gentileza? Este cara ai, é um exemplo em seu Municipio e pode ser um exemplo tambem em todo País. Ah se todo Guarda- Municipal fosse assim, Muita gente iria querer trabalhar perto dele, só pra pegar onibus mais rapido. Essa cara é humorista e também profissional. Olhem o exemplo e sigam para o dia-a-dia, educação vem de berço, mais pode se construir se cada um fizer a sua parte.

26 setembro 2011

Reforço no policiamento garante sossego no Parque Tanguá

Paraná TV 1ª edição – Curitiba
video



Ir para o site

Guardas municipais, policia militar e agentes de trânsito passaram o domingo no parque que estava com problemas sérios de barulho e confusão.

COMENDA DA ORDEM DO MÉRITO AZUL MARINHO


 


LEI Nº 12.066, DE 29 DE OUTUBRO DE 2009.
Institui o Dia da Guarda Municipal, a ser comemorado no dia 10 de outubro.

O VICE–PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no exercício do cargo de PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1o É instituído o Dia da Guarda Municipal, a ser comemorado no dia 10 de outubro.
Art. 2o Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 29 de outubro de 2009; 188o da Independência e 121o da República.

JOSÉ ALENCAR GOMES DA SILVA

Ranulfo Alfredo Manevy de Pereira Mendes
IRMÃOS E IRMÃS DAS GUARDAS CIVIS MUNICIPAIS E GUARDAS MUNICIPAIS.

ABAIXO O MODELO DA COMENDA A SER CONFECCIONADA PARA GALARDOAR OS PROFISSIONAIS E INSTITUIÇÕES QUE SE DESTACAREM DE FORMA RECONHECIDA NA DEFESA DAS CAUSAS DAS GUARDAS CIVIS MUNICIPAIS, GUARDAS MUNICIPAIS OU NA CONSTRUÇÃO DA POLÍCIA MUNICIPAL NO BRASIL.

O MODELO TEVE SEU PROJETO TÉCNICO E FOTOGRAFIA DO PROTÓTIPO DEPOSITADOS NA FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL, SEÇÃO DE REGISTROS DE MODELOS, PORTANTO TEM SUA AUTORIA ASSEGURADA POR LEI.

FEITA A PARTE OPERACIONAL, VAMOS DEFINIR A FORMA COMO SERÁ CONCEDIDA, ONDE SERÁ CONCEDIDA E EM QUE CIRCUNSTANCIAS E OCASIÕES, O DIA NACIONAL DA GUARDA MUNICIPAL PODERIA SER UMA OCASIÃO.

FORTE ABRAÇO DO MILICIANO MUNICIPAL, LEIAM MAIS NO BLOG.





Elvis de Jesus
Inspetor Regional de GCM
São José dos Campos SP

25 setembro 2011

ISSO SIM É UM PROTESTO INTELIGENTE E EFICAZ E SEM GREVE



BOPE: R$ 2.260,00 Para arriscar a vida;
Bombeiros: R$ 960,00 Para salvar vidas;
Professores: R$ 728,00 para preparar para a vida;
Médicos: R$ 1.260,00 para manter a vida;
Deputado federal: R$ 26.700,00 para ferrar a sua vida.
(Encaminhe, faça parte da campanha)

‘Militantes estão liberados para matar’, diz novo estatuto do PCC


BOM DIA obteve com exclusividade uma cópia do documento
Agência BOM DIA
Vida se paga com vida e sangue se paga com sangue. Esta frase de impacto encerra o ‘novo estatuto’ do PCC
 (Primeiro Comando da Capital). O documento chegou às mãos de seus integrantes no fim do mês passado, 
quando a facção completou 18 anos. A maior organização criminosa do país foi fundada em 31 de agosto de 
1993, na Casa de Custódia de Taubaté.


O estatuto com oito páginas e 18 artigos foi lançado para se adequar à nova realidade do crime. O BOM DIA 
obteve com exclusividade uma cópia do documento. O conteúdo dessa ‘cartilha’ é a base da série ‘PCC - 18 anos’
, que será publicada de hoje até o próximo sábado.


O último artigo do estatuto, que determina a postura dos integrantes diante das forças de segurança do Estado, 
é tema da primeira reportagem. O item 18 deixa bem explícito: ‘militantes estão liberados para matar’.


Trechos
“Quando algum ato de covardia, extermínio de vida ou extorsões que forem comprovadas estiverem ocorrendo na
 rua ou nas cadeias por parte dos nossos inimigos (agentes penitenciários ou policiais) daremos uma resposta à
 altura do crime”, diz um trecho.


“Se alguma vida for tirada com estes mecanismos pelos nossos inimigos, os integrantes do Comando que 
estiverem cadastrados na quebrada do ocorrido deverão se unir e dar o mesmo tratamento que eles merecem. 
Vida se paga com vida e sangue se paga com sangue”, completa.


Ataques
O antigo estatuto do ‘partido’, criado à época do nascimento da facção, não deixava explícito o tratamento a ser dado 
aos agentes e policiais.


A atualização, portanto, se fez necessária depois do maior atentado contra as forças de segurança do Estado de 
São Paulo, ocorrida entre os dias 12 e 20 de maio de 2006.


No Vale do Paraíba, aconteceram 38 casos de homicídio neste período. Dois policiais militares morreram durante
 as ações. Quinze das 39 cidades da região foram atingidas.


Foram registrados dois ataques a bases da PM, seis a delegacias, um à base da Guarda Municipal, dois a agências
 bancárias e 15 a ônibus.


Em São Paulo, aconteceram 493 mortes por armas de fogo e 47 suspeitos foram executados por policiais em 
supostas trocas de tiros, registradas como ‘resistência seguida de morte’.


Polícia
A Polícia Civil já teve acesso ao ‘novo estatuto’ do PCC e garante estar preparada para combater os criminosos da 
 principal facção do país.


A PM, por meio da assessoria de imprensa, informou desconhecer o teor do documento. Ainda informou que ‘não 
fala sobre o PCC para não valorizar a organização criminosa’.


Enquanto a PM desconhece o estatuto, o PCC deixa bem claro: ‘Vida se paga com vida e sangue se paga com sangue’
http://www.redebomdia.com.br/noticias/dia-a-dia/68130/%91militantes+estao+liberados+para+matar%92,+diz+novo+estatuto+do+pcc

Polícia é homenageada na Câmara Municipal de Curitiba


 24/09/2011 18:00

Em homenagem aos 158 anos da Polícia Civil do Paraná a serem completados na quarta-feira (28), a Câmara Municipal de Curitiba realizou uma sessão solene na noite desta sexta-feira (23). O evento contou com a participação do secretário de Estado da Segurança Pública, Reinaldo de Almeida César, que representou o governador Beto Richa, e também o delegado-geral da Polícia Civil, Marcus Vinicius Michelotto.

O secretário Almeida César enalteceu a data e agradeceu aos vereadores pela homenagem. “Trago em nome do governador Beto Richa, os cumprimentos a cada um dos policiais civis do estado. Quero cumprimentar os vereadores pela aprovação unânime, a partir da propositura do vereador Emerson Prado, para que pudéssemos aqui hoje, estarmos reunidos para celebrar em um ato solene, o reconhecimento da municipalidade aos 158 anos dessa extraordinária instituição que é a Polícia Civil do Paraná. Aproveito para agradecer e parabenizar o delegado-geral Marcus Vinicius Michelotto, líder nato dessa instituição”.

Michelotto destacou que a Polícia Civil passa por mudanças graças a uma nova política de segurança colocada em prática pelo governo. “Quero agradecer aos vereadores essa homenagem pelos 158 anos da nossa gloriosa Polícia Civil. Vivemos novos tempos, com um governador e um secretário que tem um respeito para com a nossa instituição”.

O delegado-geral falou da qualidade da polícia, pelo do trabalho que tem realizado. “O momento é especial e estamos demonstrando que apesar das dificuldades, somos uma das melhores policias desse país. Estão de parabéns nessa data, todos policiais civis que engrandecem a instituição e sentem orgulho pelo serviço que prestam a sociedade”.

A homenagem foi uma iniciativa do vereador Emerson Prado (PSDB-PR) e contou com a participação do coral da Polícia Civil. Na ocasião foram homenageados o delegado-geral, o delegado-geral adjunto, delegados divisionais, investigadores, escrivães, papiloscopistas e integrantes do quadro geral da Polícia Civil.

HOMENAGEADOS

Delegado Geral

Dr. Marcus Vinicius da Costa Michelotto

Delegado Geral Adjunto

Dr. Francisco José Batista da Costa

Gabinete do Delegado Geral

Ass. Roberto Assis Martins Mendes

Inv. Pol. Jorge Luiz de Lima Pacheco

Inv. Pol. Claudia Regina O. de Pinho Tavares

Inv. Pol. Andreia Greinert

Grupo Auxiliar de Recursos Humanos - GARH

Denize de Fátima Del Santo

Grupo Auxiliar Financeiro - GAF

Pedro Reichemback de Brito

Inv. Leno José Balke Tomass

Setor de Diárias

Esc. Pol. Marilia do Rocio de Oliveira

Secretaria Executiva

Inv. Marlene Berkenbrock Lopes

Escr. Josefat Zazula Sobrinho

Cerimonial

Tec. Adm. Tania Mara da Silva Barreto

Inv. Pol. 1ª Cl. Vanderlim Cezar Rodrigues

Assessoria de Planejamento Operacional - APO

Inv. Pol. Arielson Nery do Prado

Fundo de Reequipamento Policial – Funrespol

Inv. Janete Maria da Costa Fuentes

Conselho da Polícia Civil

Dr. Marcus Vinicius de Figueiredo

Centro de Atendimento Psicossocial

Dr. Menyr Antonio Barbosa Zaiter

Pap. Nazira de Andrade de Sant'anna

Coordenação de Informática

Ag. Op. Gessila Rosnise W. de Oliveira

Ag. Op. Dalton Pazello

Núcleo de Combate aos Ciber Crimes – Nuciber

Dr. Demetrius Gonzaga de Oliveira

Núcleo de Repressão a Crimes Econômicos – Nurce

Dr. Itiro Hashitani

Centro de Triagem I

Dr. Luciano de Pinho Tavares

Dr. Claudio Stegues Passos

Inv. Pol. Mauricio Gebert Bassi

COPE

Inv. Pol. Luiz Filipe Leite Reginato

Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos

Dr. Anderson Cassio Ormeni Franco

Dr. Marco Antonio de Goes Alves

Inv. Pol. Carlos de Oliveira da Velha Neto

Divisão de Crimes Contra o Patrimônio

Esc. Danielle Alves

Divisão Policial do Interior

Dr. Naylor Gustavo Robert De Lima

Drª. Sabrina Barreiros Alexandrino

Delegacia de Homicídios

Dr. Rubens Recalcatti

Delegacia de Vigilância e Capturas

Dr. Marcelo de Oliveira Lemos

Divisão de Investigações Criminais – DIC

Inv. Pol. 1ª Cl. Adyr Sabbagh

Inv. Pol. 1ª Cl. José Renato Ribeiro

Protocolo Geral

Esc. Pol. 2ª Cl. Adalberto Mendes da Silva Neto

Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente

Inv. Donizete Baldino Garcia

Grupo Auxiliar de Planejamento – GAP

Ass. Gilson Marciano de Oliveira

Divisão de Polícia Metropolitana

Dr. Alfredo Dib Junior

Esc. Pol. Ademar Klein

Inv. Pol. Paulo Antonio Bressan

Corregedoria

Esc Pol. Paulo Cezar Pereira da Costa

Gabinete do Delegado Geral Adjunto

Esc. Marina Paula Nrowotisk

Divisão Policial da Capital

Dr. Artem Dach

Esc. Flávio Tetto Filho

Inv. Marco Cezar Cardoso

Esc. Aposentado Antonio Augusto Ferreira Lobo

Servidor Aposentado Dirceu Alves Pinto

Maestro Wilson Santos
Áudio:

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com